sexta-feira, 13 de julho de 2007

(O AMOR NÃO TEM BONS SENTIMENTOS).

Ontem foi a vez da literatura e do romance em Pernambuco o Jornalista e Escritor RAIMUNDO CARREIRO recebeu o mundo literário, jornalístico, musical, cultural e social no lançamento do seu mais recente livro pela editora Iluminuras (O AMOR NÃO TEM BONS SENTIMENTOS) o local escolhido foi o Bar Caprinus, o evento contou com a presença de figuras do nosso mundo social e literário entre os destaques o nosso querido Valdênio Porto presidente da Academia Pernambucana de Letras, o Cantor e Compositor Silvério Pessoa, e o Radialista e Jornalista Aldo Vilela. Em entrevista ao Blog ARMANDO FUENTES o Jornalista e Escritor fala sobre seu novo romance (O AMOR NÃO TEM BONS SENTIMENTOS). BLOG A.F: Por que o nome O AMOR NÃO TEM BONS SENTIMENTOS? RAIMUNDO CARREIRO: O romance fala sobre as relações familiares, no século 21 XXI onde parece que as famílias não têm o mesmo amor de antes, dando lugar a situações de violência intrafamiliar seja entre pais e filhos, marido e mulher e como o livro trata disso o titulo se reporta ao (O AMOR NÃO TEM BONS SENTIMENTOS). BLOG A.F: Existe dentro da obra uma mensagem intrínseca do autor, o RAIMUNDO CARREIRO pretende passar idéias ou há uma experiência de vida dentro? RAIMUNDO CARREIRO: Bom primeiro a experiência de vida por que este já e meu 16 décimo sexto livro alem de haver uma clara vontade de discutir e revelar um assunto que intriga a sociedade ao ser humano no 3 terceiro milênio onde abeira de se esperar que houvesse claramente uma evolução psicológica no comportamento do homem e suas relaciones familiares e sociais. BLOG A.F: Como você se sente ao ser apoiado pelo Governo do Estado e pela CEPE Companhia Editora de Pernambuco neste seu 16 décimo sexto livro e como você observa o apoio a nomes que iniciam carreira, novos talentos? RAIMUNDO CARREIRO: O Governo do Estado e a CEPE tem trabalhado no apoio constante e atenção aos novos escritores do cenário local, tudo isso por que se tem um interesse comum em renovar a literatura em todos os níveis, por isso mesmo é que dentro de nosso trabalho temos a publicação do Jornal chamado PERNAMBUCO, que divulga as iniciativas de novos talentos, novos escritores, daqueles que estão começando a se destacar e claro também daqueles que estão consagrados e estabelecidos literariamente. BLOG A.F: Qual é sua opinião referente à literatura Pernambucana e seu futuro, o Valdênio Porto presidente da Academia Pernambucana de Letras em ocasiões tem manifestado esta é a vez de Pernambuco do Nordeste da literatura Pernambucana uma vez que para ele a literatura do Sudeste do pais e inclusive a literatura latino-americana tem se desgastado um pouco ficando numa pequena estagnação criativa? RAIMUNDO CARREIRO:
Eu não seria tão incisivo como nosso grande Valdênio Porto eu acho que em parte ele esta correto e até certo mas prefiro dizer que independente das relações da literatura na América Latina ou literatura no sudeste a literatura Pernambucana tem demonstrado um crescimento muito grande e criativo de grande maturidade e de magnífica linguagem tanto no campo da ficção como do romance e poesia, e é claro também do próprio teatro que serve de fonte incansável de inspiração, eu imagino que esse senso de florescimento literário esta no sentido maximo de sua expressão até por que nos já temos aqui no estado uma quantidade de festivais e encontros literários de primeira ordem como o Festival Literário do Recife, o Festival Literário de Porto de Galinhas que é internacionalmente conhecido e reconhecido, o Festival Literário de Garanhões e entre outros mais que promovem essa safra de reverberação no âmbito Pernambucano, então de uma forma mais rapida o estado vive sem duvida uma aurea literaria de destaque e de criação constante que permite a diferenciação das outras localidades citadas.

Um comentário:

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ vente viagra
http://commanderviagragenerique.net/ achat viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra